Google+ Followers

Igreja Evangélica Congregacional de Vila Mury

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

o peso da oração

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, se aproximou do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos.
Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.
O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento
- Ele lhe respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja. 
 
Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família, por sua conta.  
Então o comerciante falou meio relutante para a pobre mulher:
_Você tem uma lista de mantimentos ?
_ Sim respondeu ela.
_ muito bem coloque sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos.
a pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e depositou suavemente na balança.
os três ficaram admirados quando o prato da balança com papel desceu e permaneceu até embaixo.
completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou lentamente para o seu freguês e comentou contrariado:
_ eu não posso acreditar!
o freguês sorriu e o comerciante começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança.
como o prato da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada.
o comerciante ficou ali parado por alguns instantes, olhando para a balança, tentando entender oque havia acontecido...
finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado pois não era uma lista de compras mas sim uma oração que dizia:
Meu Senhor, o Senhor conhece minhas necessidades e eu estou deixando isto em tuas mãos...
o homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio, que agradeceu e deixou o armazém.
o freguês pagou a conta e disse:
-valeu cada centavo.. 

Só Deus sabe o quanto pesa uma oração.

Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; 
Filipenses 4:6

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

em todo o tempo ama o amigo


Na guerra...
- Meu amigo ainda não regressou do campo de batalha, senhor. Solicito permissão para ir buscá-lo, pediu um soldado ao seu superior.

- Permissão negada, soldado, 
respondeu o oficial, não quero que você arrisque a sua vida por um homem que provavelmente já está morto.
O soldado, desconsiderando a proibição, saiu e, uma hora mais tarde, voltou transportando o cadáver de seu amigo.

O oficial ficou furioso:
- Eu te disse que ele já estava morto! Agora, por causa da sua indisciplina, eu perdi dois homens, pois você ficará preso e enfrentará a corte marcial. Valeu a pena, soldado, só pra resgatar um cadáver?
E o soldado respondeu:
- Senhor, quando encontrei o meu amigo ele ainda estava vivo e pode me dizer: "Eu sabia que você viria!"

Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.
Provérbios 17:17

site do pastor

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Amar como Jesus amou

Numa aldeia vietnamita, um orfanato dirigido por um grupo de missionários foi atingido por um bombardeio. Várias crianças tiveram morte instantânea. As demais ficaram muito feridas, entre elas, uma menina de oito anos, em estado grave.

Ela precisava de sangue, urgentemente. Com um teste rápido descobriram seu tipo sangüíneo, mas, infelizmente, ninguém na equipe médica era compatível.

Chamaram os moradores da aldeia e, com a ajuda de uma intérprete, lhes explicaram o que estava acontecendo. A maioria não podia doar sangue, devido ao seu estado de saúde. Após testar o tipo sangüíneo dos poucos candidatos que restaram, constataram que somente um menino estava em condições de socorrê-la.

Deitaram-no numa cama ao lado da menina e espetaram-lhe uma agulha na veia. Ele se mantinha quietinho e com o olhar fixo no teto, enquanto seu sangue era coletado. Passado alguns momentos, ele deixou escapar um soluço e tapou o rosto com a mão que estava livre. O médico pediu para a intérprete perguntou a ele se estava doendo. Ele disse que não.

Mas não demorou muito, soluçou de novo e lágrimas correram por seu rostinho.

O médico ficou preocupado e pediu para a intérprete lhe perguntar o que estava acontecendo. A enfermeira conversou suavemente com ele e explicou para o médico porque ele estava chorando:


- Ele pensou que ia morrer. Não tinha entendido direito o que você disse e estava achando que ia ter que doar todo o seu sangue para a menina não morrer.

O médico se aproximou dele e com a ajuda da intérprete perguntou:


- Mas se era assim, porque então você se ofereceu para doar seu sangue?

- Porque ela é minha amiga.

[Fato relatado como verídico]

Ninguém tem maior amor do que este,

de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.

João 15.13


Site do pastor

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A única solução

Em uma fábrica de tecidos, onde funcionavam teares muito complicados, havia uma placa que dizia: "Se os fios emanharem chame o Supervisor". Então aconteceu que os fios enrolaram e uma operária tentou desenrolar-los, mas nada ajudou. Finalmente ele pediu ajuda. 
Você mesmo já tentou separar os fios? "Perguntou o supervisor.
Sim. disse ela
Porque você não me chamou conforme a norma?
Fiz o melhor que pude, respondeu ela 
lembre-se, o melhor em tal caso é me chamar!

As vezes procuramos fazer de tudo para não pedir ajuda a outra pessoa, entretanto isto não traz nenhuma solução, e neste caminho não encontramos a salvação.
Mas, existe uma solução também para a sua situação! Jesus Cristo, pois somente Ele é quem tem a solução para todos os problemas e dificuldades que entraram na sua vida.
A Bíblia diz:
"invoca me no dia da tua angústia;
Eu te livrarei, e tu me glorificarás". Salmo 50:15
A solução está exclusivamente em Jesus, dirija-se a Ele e encontrará a salvação e libertação dos milhares de problemas que te aflige.
Ele mesmo te convida agora:
"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei". Mateus 11:28

terça-feira, 20 de setembro de 2011

PROCURA-SE

Certa vez, um homem rico perdeu uma bolsa com quatrocentas moedas de ouro.
Então, anunciou nos jornais da cidade que daria uma boa gratificação a quem a encontrasse e a devolvesse para ele.
Dias depois, um homem muito pobre encontrou a bolsa e devolveu ao rico.
O rico contou as moedas. Estavam todas ali. Mas, como era muito avarento procurou um jeito de não dar a gratificação prometida. Então, olhou para aquele homem humilde e lhe disse:
- Faltam cem moedas. Você me roubou. Não merece gratificação nenhuma.
O pobre homem foi expor o fato ao juiz.
O juiz chamou o rico e perguntou:
- Quantas moedas havia na bolsa que você perdeu?
- Quinhentas
– respondeu-lhe o rico.
- E quantas há na bolsa que este homem trouxe?
- Quatrocentas,
respondeu o rico.
Então disse o juiz:
- Essa bolsa não é sua. Devolva a bolsa a este homem e desapareça da minha frente.



O que escarnece do pobre
insulta ao seu Criador.

Provérbios 17.5

       site do pastor