Google+ Followers

Igreja Evangélica Congregacional de Vila Mury

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

VICIOS: LIVRE-SE DELES


Deixe seus vícios só por hoje. Só por hoje deve ser um movimento onde você vai pensar em viver para a glória de Deus HOJE. Amanhã quando chegar será o hoje também.
Um dia após o outro, viva para a glória de Deus. A questão não é apenas pensar em não pecar mas sim: Eu vivi hoje para a glória de Deus?
Infelizmente nós cristãos somos cheios de vícios pecaminosos que nos afastam de Deus e por isso a igreja cristã está tão fria, egoísta, sem fervor e não ama oração e nem a palavra de Deus. Os vícios das drogas, álcool, cigarro, podem destruir uma pessoa. Mas não são vícios diferentes do que: pornografia, sexo fora do casamento, ganância, internet e redes sociais, novelas, televisão, etc.
Alguns dirão que sou radical. Infelizmente ainda estou longe disso. Quero sim, ser radical por amor àquele que foi radical por mim, pagando o maior preço por amor a mim. Quero ser radical por Ele, só por hoje.
O que dizer desta passagem:
E se o seu olho o fizer tropeçar, arranque-o. É melhor entrar no Reino de Deus com um só olho do que, tendo os dois olhos, ser lançado no inferno, Marcos 9:47
Quero atualizar esse versículo:
“Se a internet te faz pecar, não tenha internet. Se você é viciado em pornografia no computador, jogue seu computador fora. Se a televisão te faz pecar, quebre-a. É melhor entrar no Reino de Deus sem computador, televisão, etc, do que tendo tudo isso, ser lançado no inferno.”
Aqueles que acham isso radical demais, não precisam se preocupar. Apenas ignore esse texto. Provavelmente seriam os mesmos que se provados pelo fogo no passado, nunca seriam mártires, antes negariam o nome de Jesus, dizendo que não precisa disso, basta se arrepender depois.
Porém se deseja que seu coração queime por Deus, viva para a glória de Deus só por hoje. Que Ele seja o motivo de sua canção, do seu respirar, do seu viver!! Ame-o acima de todas as coisas!! Isso é ser cristão!!
texto extraido do site gospelmais.com.br

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

UMA NOVA FOLHA


Um professor estava aplicando prova e os alunos, em
silêncio, tentavam responder as perguntas com certa ansiedade.
Faltavam uns quinze minutos para o encerramento e um aluno levantou
o braço, e se dirigiu ao professor: 
- O senhor pode me dar outra folha em
branco? O mestre se dirigiu até a carteira e perguntou por que queria mais uma
folha. Ele respondeu: - Eu tentei responder as questões, rabisquei tudo, fiz uma
confusão danada e queria começar de novo. Apesar do pouco tempo que faltava,
o professor confiou no rapaz, deu-lhe a folha em branco e ficou torcendo por ele.
Aquela atitude gerou grande simpatia entre o mestre e seu pupilo. Logo depois
daquele episódio tão simples, o professor pôs-se a pensar em quantas pessoas
receberam de Deus uma folha em branco, a vida, e só tem feito rabiscos,
tentativas frustradas e uma confusão danada. Talvez fosse bom pedir a Deus
uma nova folha em branco, uma nova oportunidade para ser feliz.”
Muita gente perde a chance de recomeçar por acreditar que não dá mais tempo.
A rasura pode ser no casamento, no relacionamento com os filhos, na vida
profissional, nos estudos ou na vida espiritual. Não importa quanta lambança já
se tenha feito na vida, ainda dá tempo para começar de novo.
Enquanto há vida, há esperança! Enquanto se estiver respirando, o coração
batendo e o cérebro funcionando, o tempo de prova ainda não terminou. É
possível pedir uma folha em branco e recomeçar. Não devemos nos preocupar
em tirar nota dez, mas apenas em agradar ao Mestre.
Deus está sempre pronto a atender quem lhe estende a mão para pedir ajuda.
Não ignore sua bondade e nem subestime o seu poder para fazer milagres. Não
desista dos seus sonhos, pois Ele ainda não desistiu de você. Aproveite que um
novo ano está começando. Levante o braço, peça uma folha em branco e passe
sua vida a limpo.

texto do jornal sabidinho Pr Gérson Moura Martins

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

NOS ENSINA SENHOR, A CONTAR OS NOSSOS DIAS


Eu aqui a fazer tantos planos para 2013, refletindo sobre o que foi 2012, até que esbarrei em algumas porções do Salmo 90 e concordei com Moisés: nossos anos acabam-se como um breve pensamento!
Tudo passa tão rápido! Porque ligamos pra tanta coisa? Porque somos tão complicados, fervendo em tão pouca água? De tudo, que é tão pouco, fazemos verdadeiras tempestades!
Se foi bom ou ruim, 2012 foi apenas um breve pensamento! este ano eu peço a Deus que Ele me ensine como contar cada dia. Em 2013, que o meu dia não tenha apenas 24 horas, mas que haja tempo para amar sem reclamar ser amado, que haja tempo pra perdoar, até porque já fomos perdoados em Jesus, num perdão que nem mesmo nós as vezes perdoamos a nós mesmos. Que seja tempo, de não contar o tempo, aprendendo a viver o tempo eterno.
Peço que Deus me perdoe pelos meus erros, que eu, comigo mesmo, não fique recordando tanto o que passou, porque afinal foi muito breve, mas que meditando no plano da brevidade que a vida tem, que eu a faça valer a pena, porque ela desvanece sem que percebamos.
Senhor, que eu não fique nenhum dia sem Jesus, porque ficar sem Ele apenas um minuto, dói-me uma eternidade. Que eu aproveite todo tempo Nele para que em mim, seja como se nunca fosse ter fim. Que o que é eterno em 2013 seja manifestado, o que é passageiro passe, como um passado a não ser visitado.
Que o meu coração abrigue os tesouros que não passam, e quando o que é terreno bater a porta eu diga: ESTÁ OCUPADO!
Que eu cuide do meu corpo físico com muito carinho, mas pensando no meu espírito, e nunca busque o Espiritual com vistas no terreno, mas que eu faça de tudo o que é terreno e passageiro, um convite para olharmos o eterno.
Ela, a vida vai passando, mas pra nós a parte que fica, é como ela passa, será gritando que ela é passageira? Ou sussurrando que o que vale é o sopro do Eterno anunciando o vento da esfera de um tempo que não terá fim que está por vir.
SALMOS 90:12
QUE DEUS NOS ABENÇOE NESTE ANO TANTO OU MAIS QUE 2012.
estudos.gospelmais.com.br

fruto da fé


Se quiser falar do fruto da fé, precisamos antes identificar qual é o “fruto” do pensamento. De cabeça posso citar alguns: preocupação, estresse e ansiedade.
O sabor desses frutos é desagradável. Antes de negar o fruto da Fé, precisamos admitir que o fruto do pensamento é indesejável. Se eles existem é porque foram semeados.
Quando falo de pensamento, não estou a falar de sensatez, nem tampouco de busca e empenho por aprender. Não estou falando do ato de pensar criativamente. Estou restringindo por ora àquelas ervas daninhas que nós mesmos “cultivamos” em nossas mentes.
Se você quiser viver a Fé vai seguramente enfrentar perseguições, opiniões contrárias e até o nosso próprio entendimento (medos, dúvidas, desconfianças) vai tentar trair-nos.
Se você exercitar a Fé, sentirá um “friozinho na barriga”, vai perguntar a si próprio se está ficando maluco.
Agora quero te dar uma notícia: É impossível viver sem Fé! Só quem não precisa da Fé é quem está morto. Sem Fé, a gente pensa um montão de besteiras, vive cheio de paranoias, com Fé a gente cresce, transpõe obstáculos, enfim, vive o melhor da vida, crer que Ele existe e é galardoador daqueles que o buscam. Hebreus 11:6
Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.
Hebreus 11:8
texto estudos.gospelmais.com.br adaptado por Àdamo