Google+ Followers

Igreja Evangélica Congregacional de Vila Mury

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

decisão e renùncia

Lucas 14:31-35
“Ou, qual é o rei que, pretendendo sair à guerra contra outro
rei, primeiro não se assenta e pensa se com dez mil homens é capaz
de enfrentar aquele que vem contra ele com vinte mil? Se não for
capaz, enviará uma delegação, enquanto o outro ainda está longe, e
pedirá um acordo de paz. Da mesma forma, qualquer de vocês que não
renunciar a tudo o que possui não pode ser meu discípulo.“O sal é
bom, mas se ele perder o sabor, como restaurá-lo? Não serve nem
para o solo nem para adubo; é jogado fora.“Aquele que tem ouvidos
para ouvir, ouça”.



 Apelos emocionados em campanhas evangelísticas tendem a render
resultados. Não é raro pessoas decidirem "aceitar Jesus" após uma
pregação inflamada. E o dia seguinte? E a semana, e mês e anos
seguintes? Como fica a decisão? É bom começar a seguir Jesus com a
empolgação de uma boa mensagem ou estudo da Palavra. Mas, é
necessário também se perguntar se esta decisão inclui não só o
coração, mas, também a mente, o relógio, a carteira, em fim - tudo.
Para ter Jesus como Salvador, temos que tê-Lo também como Senhor do
nosso tempo, nosso dinheiro e todo o resto. Como um amigo disse "a
sua decisão de seguir Jesus deve ser a última decisão que você
toma. Daquele momento em diante, quem toma o resto das decisões na
sua vida tem que ser Jesus".



hermeneutica

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

plantar pra colher

Então Jesus perguntou: “Com que se parece o Reino de Deus? Com
que o compararei? É como um grão de mostarda que um homem semeou em
sua horta. Ele cresceu e se tornou uma árvore, e as aves do céu
fizeram ninhos em seus ramos”. Mais uma vez ele perguntou: “Com que
compararei o Reino de Deus? É como o fermento que uma mulher
misturou com uma grande quantidade de farinha, e toda a massa ficou
fermentada”.      
Lucas 13:18-21                                                
O Reino de Deus é assim mesmo! O que é o Evangelho? São poucas
palavras, às vezes faladas sem sofisticação ou treinamento. Um
homem conta como Deus o livrou de um vício. Uma mulher testemunha
como Deus a libertou da imoralidade. Uma pregação sobre o filho
pródigo. Uma ilustração sobre o túmulo vazio na Páscoa. De repente
um homem entende, uma mulher começa a enxergar. Abrindo uma Bíblia
que passou anos acumulando poeira na estante, eles começam a
compreender o grande amor de Deus. Com o tempo eles se convertem, e
começam a compartilhar sua transformação com outros. Um vizinho, um
parente, um casal de amigos e com o tempo um pequeno grupo de
estudo bíblico se torna uma igreja. Com o passar dos anos aquela
igreja planta outras. E como foi que tudo começou? Alguém contando
as Boas Novas em suas próprias palavras, vestidas das experiências
de uma vida comum. Semente. Fermento. É isso mesmo. O evangelho
começa pequeno e discreto. Mas, só os céus poderão saber o que Deus
fará com algo tão poderoso. Já plantou alguma semente hoje?



hermeneutica